Quiron no pódio da maior competição global de empresas que buscam transformar o mundo

Quiron Digital, especialista em predição de incêndios e ameaças florestais, foi umas das finalistas da maior competição global de empresas que buscam transformar o mundo. Os resultados do Extreme Tech Challenge (XTC) foram divulgados no dia 18 de maio, e a Quiron ficou em segundo lugar na categoria Smart-Cities Sustentáveis, empatada com a BioElements, do Chile. A vencedora foi a norueguesa Empower.eco. A lista completa, com as 10 categorias concorrentes, vencedores e vices, pode ser visualizada aqui

O Extreme Tech Challenge reuniu startups de mais de 92 países. Somadas, elas têm mais de US$ 233 milhões em investimentos venture capital. Todas elas estão unidas num mesmo propósito de confrontar a crise climática. 

A Quiron foi a única startup brasileira entre os finalistas, que teve quase 2 mil concorrentes – todos trabalhando para atender aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Os ODSs são peças fundamentais na estratégia de ação da Quiron Digital, que conseguiu um lugar na final depois de vencer a seletiva nacional

Os dez vencedores das categorias do XTC, e os vice-campeões, dividirão o palco no evento Global Finals, que faz parte do TechCrunch Sessions Climate,  ao lado dos campeões de prêmios especiais: Female Founder, People’s Choice Award, Web3 Award e UNICEF EdTech Award. O evento, realizado em Berkeley, Califórnia (EUA), será no próximo dia 14 de junho, com a presença de grandes nomes de mercado, cientistas, divulgadores de ciência e responsáveis por áreas das inovações tecnológicas relacionadas ao clima. No dia 16 o evento será on-line. Jennifer Granholm, Secretária dos EUA para Energia, será uma das participantes. Ex-líder da Microsoft e fundador da Breakthrough Energy, Bill Gates também é um dos oradores confirmados. 

Young Sohn, cofundador da Extreme Tech Challenge

Young Sohn, sócio-gerente fundador da Walden Catalyst Ventures, ex-presidente corporativo e diretor de estratégia da Samsung Electronics, cofundador da Extreme Tech Challenge, comentou: “Estou entusiasmado por ver novos grupos de empresas inovadoras que visam realmente transformar seus setores para melhor. A criatividade e a inovação são fundamentais para pavimentar um futuro mais sustentável, e é isso que os investidores também procuram. Estou ansioso para apresentar essas startups excepcionais nas finais globais do Extreme Tech Challenge 2022 no TechCrunch Sessions: Climate”. 

Para a Quiron, participar da iniciativa abre portas para grandes oportunidades. 

“O XTC é a maior competição de empresas de impacto do planeta. Fomos finalistas na nossa categoria, e ficamos com o vice-campeonato na nossa vertical. Por isso a gente vai ter a possibilidade de apresentar a nossa solução na final. Essa final vai envolver mega investidores, no segmento de clima – climatech -, inclusive o Bill Gates, que vai estar assistindo os pitches. A gente vai ter a oportunidade de fazer um pitch de um minuto sobre a Quiron. Essa é uma oportunidade de ouro que temos em relação a isso. Estamos com total foco nessa situação, porque ela pode nos gerar excelentes resultados, não apenas de investimento, mas também de visibilidade nessa vertical de mercado”, comentou Diogo Machado, diretor de marketing da Quiron.

O Extreme Tech Challenge é apoiado por corporações líderes, investidores de capital de risco, fundações, formuladores de políticas, universidades e conferências de tecnologia para dar a startups excepcionais o potencial de visibilidade global, além da oportunidade de levantar capital, capacidade de interagir com líderes globais e acessar mentorias com líderes mundiais, na busca por viabilizar o pioneirismo em avanços tecnológicos que digam respeito aos mais complexos desafios globais.

Mais blog posts